novosvelhos

Ser velho hoje, em condições minimamente normais de saúde,

é um privilégio. E não é só porque vivemos mais.

As conquistas tecnológicas, a comunicação, a mobilidade, a acessibilidade, tudo isso serviu para nos aproximar, nos fortalecer, nos renovar.

Mas muitos homens e mulheres acima de 65 anos, ou mesmo abaixo disso, ainda resistem a acompanhar as mudanças, vivem de lembranças, sucumbem às doenças e perdem a beleza de viver a vida em toda

a sua plenitude, duvidando ou ignorando as oportunidades de

continuar pensando, aprendendo e criando.

É verdade que muitos segmentos do Deus-Mercado ignora os velhos, sim. No entanto, há muitos de nós, que quebramos paradigmas.

Uma enormidade de novos velhos superam o fator idade, aprendem

com as adversidades, se ressignificam e continuam trabalhando e conquistando muita alegria de viver. Conheço vários.

E a maioria desses que aceitaram contar suas histórias aqui, nos

provam que a vida vale a pena, e a idade não tem nada a ver com isso.

Ou tem sim, pode ficar ainda melhor, porque já conhecemos tudo o que não queremos mais e seguimos em busca do novo, descobrindo.

Uma vez por mês, este blog vai trazer uma nova história.

Inspire-se!